Aqui tem ciência

O Aqui tem ciência é uma pílula sobre estudos da UFMG, abrangendo todas as áreas do conhecimento. Toda segunda nossa equipe de reportagem conversa com um pesquisador sobre o trabalho desenvolvido por ele e mostra como a ciência é importante para melhorar a nossa vida. 

Ciência e Medicina e Educação

Assine:

Episódios Mostrando página 1 de 2 (11 episódios)

11. Qual o papel dos pais no desenvolvimento musical dos bebês?

Pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Música da UFMG investigou padrões como ritmo e movimentação corporal

10. Pimenta emagrece?

Pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Imunologia da UFMG investiga o uso de componente da pimenta na redução da quantidade de gordura no corpo

9. O que fazer com embalagens de PET?

O reaproveitamento do plástico como revestimento para aço foi proposto em pesquisa realizada no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da UFMG.

8. Qual o impacto da prisão de mulheres para a sociedade?

A vida de mulheres detentas em uma instituição prisional de BH foi o tema de uma pesquisa feita no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFMG.

7. Como reduzir dores provocadas por quimioterápicos?

Pesquisa da Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da UFMG busca medicamentos para amenizar dores neuropáticas que podem surgir durante tratamento contra câncer

6. O que mantém o cinema indiano de pé?

O que mantém a produção de Bollywood de pé, mesmo com a baixa repercussão em cinemas ocidentais? O que leva os indianos a prestigiarem os próprios filmes? Uma pesquisa da Pós-Graduação em Artes na UFMG buscou resposta para essas questões.

5. Qual a influência de Portugal no Oriente?

Encontros e tensões na expansão portuguesa em países com Índia e Sri Lanka são o tema de uma pesquisa realizada na UFMG.

4. Como armazenar dados por mais tempo?

Pesquisador da UFMG desenvolve dispositivo que permite armazenar mais dados por mais tempo

3. O Fundo Amazônia é efetivo?

Pesquisa da Escola de Engenharia da UFMG aponta pontos fortes e fragilidades da iniciativa que está no centro do debate sobre Amazônia.

2. Como avaliações podem contribuir para o desenvolvimento dos alunos?

Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Neurociências, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, sugere que provas escolares podem ser utilizadas como diagnósticos mais consistentes da educação.
Próxima página

Megafono