Arretadas

Assine:

Ver todos episódios

#03. Chernoboys // Um olhar empírico para relacionamentos tóxicos

No episódio deste mês, trocamos uma ideia sobre Chernoboys, aqueles caras com quem tivemos relacionamentos tóxicos. A gente reconhece a existência das Chernogirls também, mesmo não acontecendo com tanta frequência, e que nem todo relacionamento bosta é um relacionamento tóxico.

A gente conta nossas histórias e compartilha links e livros que ajudam a lidar com o tema.

Lembramos que, caso você esteja em situação de abuso, não precisa passar por isso sozinha. Na Internet, você pode contar com auxílio, um ombro amigo ou uma orientação no https://meteacolher.org/ e no https://tamojuntas.org.br/. Você também pode ligar para o 180 e procurar coletivos feministas na sua cidade. 

ALERTA DE GATILHO - Violência psicológica, comentários sobre impunidade em casos de estupro.

Participaram: Eloísa França, Fernanda Eggers (Despautada), Rayssa Medeiros e Kaká Cordovil (Desblogada). 

Comentários da edição
 Sim, nós batemos muito papo antes e depois da gravação! Vamos a algumas coisas que rolaram nos bastidores e invadiram o episódio:
- A mulher do açaí mencionada tinha uma lanchonete com açaí paraense, mas deixamos de consumir lá porque é eleitora do Bolsonaro;
- Kaká perdeu uma amizade por conta de um mal entendido e de um pedaço de bolo;
- Kaká sabe que estamos na PB, antes que alguém comente de ela ter confundido o estado.

Indicamos:
- Mas Ele Diz Que Me Ama (Rosalind B. Penfold)
- Grandes Olhos (Big Eyes)
- A Servidão Humana (W. Somerset Maugham)
- Não Tira o Batom Vermelho (Jout Jout Prazer)
- Piranho (Porta dos Fundos)
- Chá com Rapadura
- Jumento cai de telhado em Cajazeiras, sertão da PB
- Guilhotina #20 – Ludmila Costhek Abilio (uberização do trabalho - indicação de ouvinte)


Fale conosco:
@despautada no Twitter e no Instagram
arretadaspod@gmail.com

Este podcast é parte da família Despautada. Ajude a financiar os projetos: apoia.se/despautada

O Arretadas é um podcast mensal e estaremos no seu feed todo último dia do mês, a não ser que aconteçam crises de ansiedade.

Megafono