Áudios Sonolentos e Monótonos pra Roncar

Assine:

Ver todos episódios

Ep. 45 - Devemos Imaginar A Apresentadora Feliz

Esse é o título mais pretensioso até agora. Deixa eu explicar: eu coloquei esse título porque esse episódio, assim como o livro do Albert Camus "O Mito de Sísifo", começa deprimente mas fica feliz no final. Tipo, se você escutar o episódio até o meio e você for dessas que é muito afetada com as coisas que consome (que nem eu), vai ficar "putz, que chato, é mesmo, viver é só beber água e fazer xixi, não tem mais nada", mas se você escutar até o final vai me ouvir super feliz e otimista pensando no futuro porque tem coisas legais como Yotsubato pra mostrar que o mundo é verdadeiramente bom. 

Ou você pode pular até mais ou menos 13 minutos e meio e não ouvir a parte que eu tô reclamando das coisas. Não tem problema nenhum. 

Assuntos: eu reclamando sobre como o corpo humano é ineficiente (tipo como a gente tem que constantemente beber água e como o nosso olho é frágil mesmo sendo uma das coisas mais importantes), billy on the street e eu pensando se tem como fazer isso no brasil, diogo defante, the aquatope on white sand (um anime sobre umas meninas fofas trabalhando num aquário), ser idol no japão (não que eu tenha experiência, dado que eu nasci em Manaus), poco's udon world (realmente não tem um título em português pra esses animes, foi mal), animes sendo dramáticos com sempre alguém morrendo, yotsubato! leia yotsubato! é o mangá que eu leio sempre e eu amo demais e choro porque não tenho filho <3 mesmo geralmente eu estando tranquila talvez até diria feliz com não ter filho. tipo pra mim o maior problema é a gravidez, sabe? se aparecesse uma criança numa cesta na porta da minha casa que nem antigamente eu ia ser a pessoa mais feliz do mundo. eu sei que não tem ninguém lendo agora, então eu posso falar o que for. o último assunto é a rinha de pai: yousuke koiwai vs danny tanner! os dois ganham porque ter filhas felizes é o que importa :)

Megafono