Bate Antena

Batemos antena com o povo do Recife para entender melhor o mundo, e vice-versa. Jornalismo e arte contam histórias. Então bate antena, pra entrar no formigueiro! Produzido por André Zahar, Michelle Assumpção e Raero Monteiro.

Sociedade e Cultura, Politica e Artes

Assine:

Episódios Mostrando página 1 de 1 (3 episódios)

Mudar-se com Lirinha

O que o lagarto nos ensina? A camuflar-se e mudar de pele. O lugar de onde viemos nos faz ser quem somos, mas às vezes a vida nos pede mudanças, mutações. "Mudar-se" é o tema do programa de hoje, em que o poeta José Paes de Lira, o Lirinha da banda Cordel do Fogo Encantado, compartilha com o Bate Antena a sua percepção sobre as mutações do ser e do mundo, também este em permanente transformação.

Comunicação é Poder com Beth de Oxum

A cultura popular, na mídia tradicional, é tratada com distanciamento ou mesmo ausência de narrativas que deem conta da diversidade de suas expressões. Que traduzam seus significados a partir do olhar de seus verdadeiros protagonistas. Quando reativou o tambor feito do tronco da macaíba, para colocar a tradição do coco de roda no centro da família e da comunidade, a artista pernambucana Beth de Oxum tornou-se uma comunicadora potente. "Comunicação é Poder", esse é o tema de estreia do programa Bate Antena.

1974 com Marco Polo da Ave Sangria

"Gita", de Raul Seixas, "Tábua de Esmeralda", de Jorge Ben, Arnaldo Baptista com "Lóki?", Tim Maia, "Racional". Se você é um ouvinte de música brasileira, provavelmente estes discos estão na sua lista de preferidos. Pois é, todos esses discos foram lançados em 1974. E, em Pernambuco, a produção musical também foi muito intensa. Por isso, para falar do som de 1974, vamos conversar com Marco Polo, da banda Ave Sangria. Ele viveu o apogeu e a queda neste ano.

Megafono