Filosofia de Bar


O Filosofia de Bar é um podcast idealizado e apresentado por Mayã Fernandes e Ana Carolina Lima. Atualmente é produzido pela Oribê Educacional, projeto independente formado por mulheres. Nasceu com a proposta de discutir e difundir o pensamento filosófico por meio de debates atuais. 


A filosofia torna-se realmente perigosa quando está fora dos muros da academia. Seja na escola, nas praças e ruas ou no famoso botecão. O pensamento filosófico entrelaça-se com outros conhecimentos e favorece a reflexão. Saímos do bar e viramos podcast, assim você nos ouve no conforto do seu lar. 


Atualmente o podcast é lançado sempre às sextas-feiras, podendo somar 4 ou 5 episódios ao mês. A proposta é que por meio do programa você consiga relaxar e se informar sobre temas da filosofia, arte, história, cultura e política. Deste modo, contamos com uma bancada fixa de pessoas que dialogam sobre questões da atualidade. Além disso, pelo menos uma vez por mês convidamos uma nova pessoa para o bate papo. 


Os episódios ficam disponíveis pelas plataformas do Spotify, Megafono, GooglePodcast e Deezer. 


Contamos com financiamento coletivo pelo https://www.padrim.com.br/filosofiadebar



Artes, Politica e Filosofia

Assine:

Episódios

# 49 Fotografia de rua

Neste episódio do Filosofia de Bar, Anace Lima (@anace.lima) convida Paula Oliveira de Holanda Cavalcante (@corpoexpandido). 
Paula Oliveira de Holanda Cavalcante

Fotógrafa, docente e pesquisadora residente na cidade de Feira de Santana (Bahia, Brasil), estudante da Especialização em Desenho com ênfase em Metodologia do Desenho na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e pesquisadora na mesma instituição no grupo Trajetórias, Cultura e Educação (TRACE). Pesquisa, na pós-graduação, sobre teorias da percepção e percepção visual humana. Graduou-se em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2018. Participou de residências artísticas no Brasil (Ethno Bahia, 2020) e no Chile (Etno Cahuil, 2020), expôs em mostras coletivas e individuais em museus locais e contribuiu com iniciativas de países como Brasil, Chile, Argentina, México e Colômbia com trabalhos autorais. Ministra oficinas de fotografia e comunicação visual desde 2019. 

Mais informações no site: https://phcavalcante.hotglue.me/
Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 48 "meu desejo ilhado"


Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes (@maya.gfernandes) convida Anace Lima (anace.lima). 

Anace é amazonense, porém reside em Brasília (Distrito Federal). É mestra em Filosofia da Arte (2020, UnB) e graduada em licenciatura e bacharelado em Artes Plásticas (2013 e 2014, UnB). Enquanto pesquisadora investigou a aproximação da arte moderna com a filosofia como modo de vida. Anace interessa-se pelas relações das artes visuais com a filosofia e com questões de gênero. É artista transdisciplinar. Suas pinturas tratam de estados do corpo e de narrativas de intimidade, tendo sido publicadas na Revista Têmpera (2020) no livro Lançadeiras: gênero, arte e filosofia (Editora Via Sapiens, Porto Alegre, 2020). Escreve desde 2017 e recentemente teve seu primeiro livro de poesias Meu desejo ilhado publicado pela Oribê Editorial (2021).

Site: https://anacelima.com.br/

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 47 Desafios do novo real

Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes (@maya.gfernandes) convida Monica Nassar (@_monicanassar). 

Monica Nassar é uma artista multidisciplinar, circula entre Brasília e São Paulo. Possui uma graduação, digamos formal, em Arquitetura e Urbanismo e se utiliza das técnicas de ocupação de desenvolvimento de espaços nas suas obras. Atualmente, é sócia coordenadora do Espaço f/508 de Cultura (que, hoje, atua remotamente no Brasil inteiro e em Portugal) e se encarrega do desenvolvimento de projetos expográficos, cenografia e produção executiva das produções autorais do Espaço. Dentre os trabalhos que realizou, temos o projeto ViroRio, que foi exposto na Quadrienal de Praga de Cenografia e Performance (2015); a pesquisa da exposição do multiartista Tadeu Jungle na Sala do Humano do Museu do Amanhã, o protótipo do WeTooth, o primeiro aplicativo de comunicação intra-dental do mundo, com os ciborgues Neil Harbisson e Moon Ribas (contemplado no Guinness Book of Records 2020); publicação do livro “A bridge to a bad star” (2017), sobre o desastre de da base espacial de Alcântara, no Maranhão, com o fundador do Kickstarter, Perry Chen. Por fim, ainda explora desenvolvimentos do aplicativo Adelaide, um programa para mapeamentos de roteiros e gestão de projetos criativos, contemplado na Quadrienal de Cenografia e Performance de 2019, dentro da temática "novas técnicas dentro da cenografia".⁠

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

#46 O que persiste nas artes

# 46 O que persiste nas artes

Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes (@maya.gfernandes) convida Manika Adéníkẹ́ (@maniconga).

Manika Adéníkẹ́, fotógrafa, curadora e poeta de escrivaninha residente no DF, é graduanda
em Teoria, Crítica e História da Arte (UnB).
Desde 2016 desenvolve uma pesquisa artística com fotografia digital. Em suas fotos propõe
a contemplação do que entendemos como óbvio e desinteressante, o cotidiano. Uma
interrupção do ritmo veloz que vivemos, seja pela captura de objetos estáticos ou pela
imortalização de 1 segundo.
Desde 2018 escreve poemas que nunca foram acabados. O seu desejo com a escrita é o
de trazer à mente uma satisfação vertiginosa. Levar quem os lê a uma viagem dentro de si,
sem um objetivo ou caminho de volta. Assim, não possui uma única matéria para a escrita.
Escreve sobre o que entende como aproveitável.
Compartilha suas fotografias no Instagram (@maniconga), e seus poemas na revista virtual
Escrivaninha, no Medium (@poemas-de-escrivaninha).

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 45 Delírio burguês: regionalismo e questões da literatura moderna e contemporânea

Neste episódio do Filosofia de Bar, Anace Lima (@anace.lima) convida Lucca Tartaglia (@luccatartaglia)

 Lucca Tartaglia é professor, graduado em Letras, pela Universidade Federal de Viçosa, mestre em Estudos literários, pela mesma instituição, e doutor em Letras Vernáculas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atua como co-editor e colaborador das revistas FORPROLL, Contemporartes e ano I: ensaio.

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

#44 O poder da escrita: memória e a transformação social

Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes (@maya.g.fernandes) convida Douglas Beisl (@literadoug).

Douglas Beisl é advogado e escritor, formado pela UDF Brasília, cursa Especialização em Direito Digital e Proteção de Dados pela Ebradi, bem como cursos livres de Arte e Filosofia. Escreve desde 2004 tendo vencido o 1º lugar no “II Concurso de Literatura da Casa do Escritor da Região de Sorocaba/SP” (2006), 5º lugar no Concurso Rocha Moutonnee de Poesia de Salto/SP (2006) e 3º lugar no Concurso Literário Dr. Ermelindo Maffei, da Academia Ituana de Letras e Faculdade de Direito de Itu/SP (2007).
Entre 2017 e 2019 coordenou o grupo de leitura “Navegantes”, com encontros mensais para debate de obras literárias e em 2020 publicou o conto “A Cigana do Atlântico” na Coletânea “Entre Janelas”, publicado pela Oribê Editorial. Escreve resenhas e textos literários no instagram @literadoug e médium. 


Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 43 Literatura e tradução

Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes (@maya.g.fernandes) convida André Aires (@leituras.perifericas).

André Aires é professor da Fundação Brasileira de Teatro - Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. Doutorando em "Literatura e Práticas Sociais", pela Universidade de Brasília (UnB), com período sanduíche de um ano na Universidad de los Andes, Bogotá (Colômbia). Mestre em Literatura pela UnB, na Linha de Pesquisa "Literatura e outras Artes", com ênfase em "Relações interartes: Dramaturgia, Teatro, outras mídias". Membro do grupo de pesquisa "Dramaturgia e crítica teatral" e ator da Cia. YinsPiração, de Brasília. Tradutor de "Dona Bárbara", romance venezuelano de Rómulo Gallegos, publicado no Brasil em 2020, e tradutor da prosa de Gabriela Mistral, a ser publicada no Brasil em 2021, ambos da editora Pinard.

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 42 Escritas e autorias


Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes convida Caio Siqueira. 

Caio Siqueira é graduando em Letras na Universidade Federal de Uberlândia e Técnico Administrativo na mesma instituição.
Escritor emergente, almeja se aperfeiçoar na arte do equilíbrio, conciliando as oito horas de labuta diária com o exercício de florescimento da sensibilidade.
Nascido em Brasília, vive atualmente em Minas Gerais. Assina a newsletter Folhetim Literário.

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 41 Escritas e autorias


Neste episódio do Filosofia de Bar, Mayã Fernandes convida Marobah. 

Marobah é escritora publicada em sete antologias. Depois da primeira publicação aceitou isso como um sinal para deixar o Direito um pouquinho de lado e ir atrás da Escrita Criativa. Preocupa-se com questões sociais e representatividade, sempre tentando abordar isso nos textos, além de adorar tudo que se relaciona com cultura e tenta aprender o máximo de línguas possíveis por causa disso.

Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).

# 40 Processos editoriais

Esta é a última parte do episódio sobre processos editoriais. Mayã Fernandes convida Diego Perez e Lucca Tartaglia, ambos são editores da Revista Ano I: Ensaio. 

A princípio, Lucca Tartaglia é professor, graduado em Letras, pela Universidade Federal de Viçosa, mestre em Estudos literários, pela mesma instituição, e doutor em Letras Vernáculas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atua como co-editor e colaborador das revistas FORPROLL, Contemporartes e ano I: ensaio.

Diego Perez é doutorando em Literaturas Hispânicas pela UFRJ, escreve e edita para a revista literária ano I: ensaio e mantém a página de arte MAGzine.


Gostou de nosso podcast? Apadrinhe-nos e ajude-nos a custear o projeto acessando o link  https://www.padrim.com.br/flosofiadebar (a partir de R$ 1,00).
Próxima página

Megafono