gerocast

Um canal para você ouvir os melhores 
especialistas em longevidade do Brasil

Host: Willians Fiori   
https://twitter.com/FioriWillians

Contato : https://www.facebook.com/gerocastbr/

Grupo Facebook Gerocultura : https://www.facebook.com/groups/boardenvelhecimento2.0/

E-mail : fioriwillians@gmail.com

11 992654669





Saúde Alternativa, Administração e Marketing e Ciência e Medicina

Assine:

Ver todos episódios

Cartinhas do coracao - Projeto ajude com cartas


O início do projeto
O processo de cura para quem está no leito de um hospital muitas vezes tem relação com a força de vontade, com a esperança e com outros fatores que motivam o paciente. Um desses fatores, talvez o mais importante de todos, talvez seja o amor.

O projeto, segundo as irmãs Isadora Carestiato e Victoria, surgiu ao se depararem com um dilema da profissão:

“Quando chegamos na fase do curso em que temos contato com pacientes no hospital foi que nos demos conta de que o tempo com eles era muito curto, muito rápido. Exames atrás de exames, não havia tempo para ouvir o que o paciente sentia, o que estava acontecendo na vida dele”, diz Isadora, que acredita que a futura profissão, além de promover a cura e aliviar dores do corpo, também deve focar nos sofrimentos da alma dos pacientes."


"Receber uma carta repleta de amor em um leito de hospital está fazendo toda a diferença para pacientes em um hospital público de Itaperuna, no Rio de Janeiro. Pelo projeto Ajude com Cartas, os textos têm mudado a realidade das pessoas doentes ou em recuperação."

"“Querida paciente: nunca duvide de que você tem a força necessária para ultrapassar qualquer dificuldade. O primeiro passo para a cura é acreditar que você vai conseguir. Seja forte, tenha fé e esperança que vai conseguir. E lembre-se, que mesmo sem conhecer você tem alguém que torce, ora por você e tem certeza da vitória. Sinta meu abraço com todo o carinho” – trecho de um das primeiras cartas lidas para uma paciente."

"Quer participar?
Para enviar uma carta que pode mudar a vida de um paciente, basta escrevê-la e remetê-la aos cuidados de Tania Lopes Brum, a preceptora do projeto, na Rua Satiro Garibaldi, 358, Centro, Itaperuna, Rio de Janeiro, no CEP 28300-000."


Megafono