Meu Sons

Assine:

Ver todos episódios

MeuSons Podcast #24

PLAYLIST GRINGO

Olá seja bem vindo em mais uma edição do podcast MeuSons.

Nesse programa tem outra oportunidade de um “playlist” especifico apresentando alguns exemplos de bons sons gringos recém-lançados. Selecionados pela nossa equipe, no que esperamos agradar e ajudar um pouco na paciência de suportar a necessária quarentena!

1º BLOCO
1 – “Relax” - High On Stress
2 – “Look To” - Ratboys
3 – “The Aughts” - Flat Worms

E a nossa lista começa com o quarteto americano High On Stress, banda alt-rock de Minneapolis, que lançou seu quinto álbum “Hold Me In” (Neurotic City/2020) no mês passado, do qual tocamos a faixa “Relax”. Um típico combo ianque com influências do college rock anos 80, do alt-country anos 90, passando pelo indie rock anos 2000 e até o powerpop – tudo junto e misturado. Na prática temos referências musicais com The Replacements e Tommy Keene, como gostam de citar.

Na sequencia apresentamos o Ratboys, grupo residente em Chicago, centrado na figura da cantora, compositora e guitarrista Julia Steiner e do guitarrista Dave Sagan. A dupla compôs e produziu o terceiro álbum de estúdio intitulado “Printer´s Devil” (Topshelf Recs/2020), sucessor dos excelentes trabalhos anteriores. Desse álbum apresentamos a segunda faixa do play “Look To” com seus riffs distorcidos e refrão melodioso na voz delicada de Julia. A musicalidade permeia entre o indie rock guitar imerso em folk e alt-country. Há quem nomeie como post-country, já que hoje em dia tudo é post...

Para encerrar esse primeiro bloco temos o power trio californiano Flat Worms  cuja sonoridade densa assenta numa sólida base post-punk, no garage rock e pysch-rock aprumando a banda em uma viagem saudável nesse segundo disco chamado “Antarctica”, metaforicamente sólido como gelo, mas bastante quente. Agora imagine esse cenário produzido pelo renomado produtor Steve Albini com a ajuda de Ty Segall, e cuja sessão rítmica toca com próprio Segall, Oh Sees e Kevin Morby. É barulho santo! Comprovado em “The Aughts”, poderosa faixa de abertura.

2º BLOCO
1 – “Best Lover In The World” – Jim Basnight
2 – “Copper´s Dream” – Trace Mountains
3 –  “Crazy” -  The Vapors

De volta com segundo bloco o mais novo single do veterano cantor, compositor e guitarrista Jim Basnight, originário de Seattle e conhecido no underground rock ianque faz quarenta anos, lançou após sete anos mais um disco intitulado “Not Changing” (Procedent Recs/2019). Sua pegada rock está muito associada ao som dos Rolling Stones e até o seu vocal possui uma entonação e timbragem bem parecida com Mick Jagger, o que podemos comprovar na faixa “Best Lover In The World”.

Após participar de várias bandas o cantor e compositor Dave Benton, natural de New Jersey, resolveu dar vida definitiva ao Trace Mountains. Foi a melhor decisão que ele teve. Em segundo disco com a banda intitulado “Lost In The Country” (Run For Cover Records/2020), Benton se encontrou neste excelente play – mix de folk, indie rock, Americana – com canções pop robustas, bem arranjadas e letras positivistas. A envolvente “Copper´s Dream” é um belo cartão de visita para esse trabalho que já é considerado pela crítica como um dos melhores do ano.

Pra fechar o segundo bloco de bons sons selecionados especialmente aos ouvintes do MeuSons apresentamos com grande felicidade o lendário grupo inglês The Vapors. Um dos grandes nomes do post-punk e new wave inglês que deixou dois grandes álbuns e depois sumiram do mapa! O hiato de trinta e quatro foi quebrado em 2016 quando o vocalista David Fenton reuniu o resto da banda para algumas apresentações e finalmente lançar novo disco com doze faixas chamado “Together” (Manmade Soul Ltd and The Vapors Own Recs./2020) do qual tocamos o segundo single “Crazy”. Dispensa comentários!

Encerramos o programa de hoje com uma promissora banda americana residente no Brooklyn, Nova Yorque chamada Girl Skin criada pelo compositor, cantor, modelo e ator nas horas vagas Sid Simons e com o apoio do irmão Stanley produziram agradáveis composições folk de teor rock, tudo bem definido no álbum de estreia “Shade Is The Other Side” (Jullian Records/2020). A bela canção “Forever and Always” nos faz cair no lugar comum da comparação sugerindo referencias de antigos como Heart e recentes como Oasis.

FAIXA FINAL
“Forever and Always” – Girl Skin


Até o próximo programa com o melhor da música moderna.

Agradecemos aos amigos parceiros: o site musical potiguar O Inimigo (medium.com/o-inimigo), a cerveja artesanal Jabre e o portal rock, selo e produtora baiano SoteroRock (@soterorock). Menção honrosa para o jornalista Alexandre Palitot pela colaboração na criação da nossa nova logomarca e ao produtor e músico Marcello Fonseca pela nova vinheta do programa.

As bandas e artistas citados estão disponíveis com informações, áudios e vídeos online.

Siga o podcast MeuSons:

Megafono: https://www.megafono.host/podcast/meu-sons
Deezer: https://www.deezer.com/es/show/485192
E-mail: meusonspodcast@gmail.com
Twitter: @meusonspodcast
Instagram: @meusons

Baixe ou escute online. É grátis!
Recomendamos audição no volume adequado.
Ouça podcasts, e compartilhe. Boa diversão!


Megafono