No trem do tempo

[se] outro fim do mundo é necessário,  um podcast de prosas, livros, leituras e poesias, também é!

Literatura, Livros e Música

Assine:

Episódios

No trem do tempo com Lúcia Nicácio de Sales

podcast com Lúcia Nicácio de Sales
este programa não visa lucro.


Lúcia Nicácio de Sales,leitora desde sua infância...


instagram: luciadudanicacio
facebook: lucia.nicaciodesales


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!
https://kolektiva.media/video-channels/is_channel/videos

No trem do tempo com Caranguejunior

podcast com Caranguejunior
este programa não visa lucro.


Caranguejunior, é poeta e participa do coletivo poetas do tietê. “A humanidade precisa um pouco mais de dois "P"... PAZ e POESIA, Paz para sobreviver e poesia para ajudar a viver...”


INSOSSO & COM AMOR

É o sódio que faz mal as pessoas
Os médicos dizem que o problema
É o sódio
Este elemento Na da tabela periódica
Que invisivelmente se faz presente em nossa mesa
Em nosso cardápio
E mesmo sem querer nos alimentamos de sódio
Diariamente…
O problema na realidade está no sódio
Sódio, se ingerido com frequência
Causa malefícios à saúde

[ Acidente vascular cerebral
hipertensão arterial
cálculo renal
eteceteraetal ]

E o coração, esta velha máquina errante
Vira uma bomba relógio
Prestes a explodir a qualquer instante
Enquanto o Ministério da Saúde nos adverte:

O Sódio destrói aquele que dele se alimenta
Corte o sódio da sua vida

N
NÃO
O

É o ódio que faz mal as pessoas
Os filósofos e sociólogos dizem que o problema
Está no ódio
Este elemento que já há diversos períodos
{Paleolítico, mesolítico, neolítico, político, caótico}
Se faz presente em nosso planeta
E mesmo sem querer, nos alimentamos de ódio
Diariamente…
Seja pela tv, rádio, jornais…
Até mesmo nas ruas, o ódio está presente
O problema na realidade, é o ódio
Ódio, se ingerindo com frequência
Causa malefícios a saúde

 [ Acidente vascular cerebral
hipertensão arterial
1°, 2°, 3° guerra mundial
eteceteraetal ]

E o coração, esta velha bomba pulsante
Vive de pavio curto
Pronto para explodir a qualquer instante
O Ministério da Paz só adverte:

O ódio destrói aquele que dele se alimenta
Corte o ódio da sua vida

Já eu
Um poeta insosso &
Com sazón
Prefiro morrer de
sódio
Do que me alimentar de
ódio.

…………………………….


DOS PROJETOS

Só Deus, nosso pedreiro
Sabe o que deu errado
Na construção do mundo.

Tantas vidas
Tantas vigas
Tanto peso insuportável
Nas costas

Faltou cimento?
Ou faltou sentimento?

Não tem Odebrecht que dê jeito
Não tem Queiroz nem Galvão
Nem Camargo Correa que dê solução

Tronchas colunas tortas
Tetos caindo rebocos
Pisos esburacados
Gambiarras
Rachadas alvenarias
Alvenaria
Ave Maria!

E o mundo caindo
Desabando…
Não demora e será interditado
Pela defesa (onde já) civil
Tal qual prédios de Muribeca
Ficando assim, sem manutenção
Sem solução

E assim a gente vai vivendo
Como se esperasse um embargo
Uma reintegração violenta de posse

Acho que não teve terraplanagem
Aterramento do terreno
Alicerce
Ou ainda estamos na fase de (a)fundação
[Sempre afundando]

Só Deus, nosso pedreiro
É quem sabe o que fazer para endireitar
A humanidade

Talvez um pouco de reboco resolva
Chapiscos nas paredes d’alma
Com um tanto de massa corrida
Rejunte para tampar feridas
Ou uma simples
Demo_lição
A ser ensinada


http://poesiadedaremdoido.blogspot.com/
https://twitter.com/Caranguejunior
https://www.facebook.com/junior.braz.98

[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!
https://kolektiva.media/video-channels/is_channel/videos

No trem do tempo com Claudemir Darkney Santos

podcast com o Claudemir Darkney Santos
este programa não visa lucro.

Claudemir Darkney Santos, escritor, artista, professor e um dos fundadores da Aldeia Satélite espaço cultural.

A garota voadora

Por mais que sejam lindos estes caras na TV
Ela sabe que eles não valem nada
Hoje sua história vai terminar nesse vôo
Ela não quer mais ouvir sua boa fada
Ela sabe o que fazer quando está mal
Ninguém sabe o que é estar mesmo down

Só ela sabe:
A sociedade não diz
Os pais ignoram
Os amigos somem
E o resto da vida?
Fingirás orgasmos
Mentirás aos filhos:
Reprise existencial

Droga-se no quarto: ela não quer apanhar
Não atrapalha a novela dos seus pais
Namora com um cara que é mais do que legal
Mas depois de transarem não vai vê-lo nunca mais
Ela sabe que a vertigem é besteira
Pois as vozes dizem que ela pode voar!

Só ela sabe:
A sociedade não diz
Os pais ignoram
Os amigos somem
E o resto da vida?
Fingirás orgasmos
Mentirás aos filhos:
Reprise existencial

instagram claudemirdarkney
https://www.facebook.com/claudemirdarkney/

[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

No trem do tempo com Raquel Ordones

podcast com o Raquel Ordones
este programa não visa lucro.

Raquel Ordones, poeta e escritora. “Não sei falar sobre mim, até porque...”

Insta: @raquelordones
Facebook: https://www.facebook.com/raquelordones
Recanto das letras: https://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=83659
Blogger: http://raquelordonesemgotas.blogspot.com/

[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

No trem do tempo com Patricia Pantaleão

podcast com o Patricia Pantaleão
este programa não visa lucro.


Patricia Pantaleão, é poeta e a entrevistada do podcast.


É tempo de pandemia. 
Ela está fazendo a parte dela. 
Não pude ir mais à academia. 
Findaram os ensaios na Portela. 

A rotina do dia agora. 
É levantar e passar o dia de camisola. 
Telefonar para a nora e, 
Saber dos netos e as lições da escola. 

O que é essencial na vida? 
Correr ao supermercado. 
Falar com a Mãe Cida. 
E seguir o seu recado. 

O caderninho de receita 
Saiu do fundo da gaveta. 
No jantar de hoje terá. 
Vatapá com mugunzá. 
Será que vai dar? 

Ontem lavei a roupa. 
Costurei a cortina. 
Assisti o filme. 
E chorei na cozinha. 

Hoje pintei a parede.
Me deitei na rede. 
Alimentei o peixe. 
E cantei para o erê. 

Amanhã lerei um livro. 
Escreverei um artigo. 
Prepararei um cozido. 
Viajarei para o Olimpo. 

O mundo tem mais flores, 
Mais cores e sabores. 
O ser humano tem mais dores, 
Menos valores e mais dissabores. 

A recomendação do dia. 
A Ciência tenta provar. 
Pegue seu escudo de tecido. 
E vá o mundo enfrentar. 

Meu desejo deixo fluir. 
Mantenho o pensamento a seguir: 
Viver o dia e sentir. 
Porque na Primavera a máscara vai cair. 


O trem da vida 

Hoje, moro na Lapa, ao lado da estação de trem.
Já morei na periferia de Ribeirão das Neves. 
Não vi o ribeirão por lá e nem o trem. 
Vivi em Sabará e em Beagá.
Tudo em Minas, uai!
Sou paulistana da garoa.
Nasci ali na Vila Sônia, onde terá uma estação de metrô. 
Olha o trem!
Poxa! Poderia ter ficado por lá. 
Mas, pensando bem, não. Hoje minha casa talvez estivesse no chão para o trem passar.
Fui parar em Madrid, en España. De pueblo em pueblo, de trem.
E, por último, em Barueri. Trinta minutos de trem da Barra Funda.
Sexta filha de João e Yvone. 
Irmã de Fabiana e João. 
Pai, nasceu em Jaú. Viveu em Bauru.
Da capital até lá, viagem longa de trem. Vendo o Rio Tietê, a sonhar.
Gosto de escrever.
Às vezes, a inspiração aponta no vagão do trem.
Como essas linhas que escrevo agora.
Vou de trem.
Vou além. 
E, sigo até onde der.


instagram: @patricia_pantaleao


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

No trem do tempo apresenta a resenha de Escobar Franelas

podcast com o Escobar Franelas
este programa não visa lucro.

Escobar Franelas, apresenta a resenha do livro cartonero: “Suba mais um degrau dessa escada” de Joel Dias Filho.

“Suba mais um degrau, desça a escada, ou, a estreia de um jovem veterano nas letras”Joel Dias Filho, um dos inquietos criadores do canal de poesia e música Peixe Barrigudo (Youtube), do Slam do Prego (Guarulhos) e do Sarau Alfinete (também em Guarulhos), fotógrafo, videomaker e outros quetais culturais, também é poeta, desses natos, tatuados desde as primeiras manifestações pelo sol abrasador da fulguração criadora.

Serviço:
Livro: Suba Mais Um Degrau Dessa Escada
Gênero: Poesia
Autor: Joel Dias Filho
Editora: Va Cartonera, SP
Ano: 2019 (1ª edição)
Páginas: 40


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

https://kolektiva.media/accounts/is/video-channels

No trem do tempo com Lauro Cornélio

podcast com o Lauro Cornélio da Rocha
este programa não visa lucro.


Lauro Cornélio, um educando-educador que no agir cotidiano nos revela sua re-existência. Autor do livro: 50 anos - 50 poemas e 5 crônicas. 


https://www.facebook.com/lauro.cornelio


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

https://kolektiva.media/accounts/is/video-channels

No trem do tempo com Gilberto Cruz

podcast com Gilberto Cruz
este programa não visa lucro.


Gilberto Cruz  comunicador popular e apresentador do programa meu caro amigo da rádio comunitária cantareira: nos revela como a literatura... 


 https://twitter.com/gilbertocruz

https://www.facebook.com/gilbertocruz1973 


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

No trem do tempo com Paulo D'Auria

podcast com o Paulo D’Auria
este programa não visa lucro.


Paulo D’Auria, integra o coletivo Poetas do Tietê, coletivo com o qual leva há 12 anos poesia para as ruas, escolas, penitenciárias. Seus escritos estão em coletâneas e antologias; É autor de 10 livros, sendo o último "As novas aventuras de Guaracy". 


Coronária


Tatuei teu nome em meu coração. Pedi pro meu ex-marido, cirurgião cardiovascular, me ajudar. Claro, no começo ele não queria, afinal não tenho nenhuma doença coronária, mas eu soube negociar: assinei documento em cartório abrindo mão da pensão pelo resto de minha vida….Ah, ele topou na hora!


Sobre homens e fome


essa fome que se diz da alma
não se mata
sem matar junto
seu hospedeiro
essa fome que se diz da alma
não se sacia

O sujeito diz
só queria ser feliz
mas sabe bem o que é isso?
Que esse ideal não seja acomodamento
em solo que já não dá terremoto
- terra que só dá feijão e arroz
mata bicho de gordo

é preciso fome
é preciso risco
é preciso 7 pontos na escala richeter debaixo
do pé esquerdo descalço
para manter o equilíbrio
do passo

essa fome que se diz da alma
é que bota o homem para andar.


https://twitter.com/PauloDAuria1
https://www.instagram.com/dauriapaulo/
https://www.facebook.com/paulodauria


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!

No trem do tempo com Escobar Franelas

podcast com o Escobar Franelas
este programa não visa lucro.


Escobar Franelas se define como educador e artista. Conheceu a vida como menino de periferia e trouxe as experiências de uma infância pobre para a defesa de uma cena cultural dinâmica e participativa.

http://escobarfranelas.blogspot.com/
https://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?pag=16&id=2199&categoria=7

agradecemos a gravação e edição do aúdio poema Empate: Joel Dias / Peixe Barrigudo [ https://www.youtube.com/watch?v=qpCWmao_7jg  ]


[se] outro fim do mundo é necessário, um podcast com prosa & poesia também é!
Próxima página

Megafono