Rádio Leviana

não é Rádio AM nem FM é a Radio Leviana Podcaster

Alem de incriveis historias de ouvintes temos um batepapo incrivel e interativo na Rádio Leviana!!!

Sociedade e Cultura, Entrevistas de Comédia e Podcasting

Assine:

Episódios

Rádio Leviana #01 - Aventureiro Rico

Podcast com  Youtuber Aventureiro Rico, para não pagar aluguel em Portugal ele decide morar em sua moto.
neste Bate Papo falamos sobre sua vida de aventureiro, seus planos e objetivos, como está passando pela pandemia morano praticamente na rua entre outras reflexões sobre a vida e dia dia em Portugal.




Conheça melhor nosso Convidado:
https://youtu.be/yy-NXbkmjdM 

Créditos Marotos

Participantes:

  • Levi Silva 

  • Eduardo Guilherme ( Cabeça)

  • Alexandre Néves 

  • Carlos Dutra (O Aventureiro Rico)
https://www.youtube.com/user/kaiomaquinas
www.aventureirorico.com.br 


Músicas:

A Maior parte dos efeitos sonoros e músicas são da produtora Epidemic Sound link abaixo para conhecer o serviço!

https://www.epidemicsound.com/referral/wjta9d/

utilizando este link você também ajuda o podcast!

 


Abaixo a lista Creative Commons ou Poucos Segundos de músicas de terceiros.

  • Forro in the Dark
https://www.forrointhedark.com/

  • SAIA RODADA FILHO DO MATO 
https://www.youtube.com/watch?v=uAY0Da2vlDE

  • Racionais MCs 
https://www.youtube.com/watch?v=2LQSFLTiwS8


Rádio Leviana #00 - Coronavirus Contra O Mundo!

Levi SIlva e Eduardo guilherme se reunem neste novo projeto da Rádio leviana!

NEste programa temos a participação de varias pessoas que enviaram áudios por whatsapp!
eles responderam a seginte pergunta:
qual é sua mensagem para o coronavirus ou paa o mundo que esta passando por essa situação?

você pode entrar em contato pelo e-mail.

levianospot@gmail.com

pode nos encontrar também nas redes sociais como Facebook e Instagram!

site
levianoclub.wixsite.com/levianospot

Relato Leviano #4 - Assalto Virtual

Neste Podcast: Era uma Vez, eu, Lucas. Mais um Levita desse universo Leviano! Nos Primórdios da internet quando começou a ser lançado os primeiros Jogos online eu decidi jogar um jogo chamado Ultima Online. Fiz meu cadastro neste mundo Virtual e Montei um Personagem que era um Guerreiro, dentro deste mundo virtual vivíamos fantasias, aonde encontrava outros jogadores em tempo real, entre eles aviam bruxos magos e arqueiros, entre outras classes, e nesse mundo virtual tínhamos que completar algumas missões para ganhar recompensas e experiencia no jogo para subir de nível e ficar mais forte e comprar novas armaduras e espadas. O tempo foi passando e me juntei a 3 amigos para jogarmos juntos, pois neste tipo de jogo quanto mais amigos junto com você, mais divertido fica!! (transcrição deste podcast disponivel em nosso site) Site: https://levianospot.multiscreensite.com E-Mail: levianospot@gmail.com

Relato Leviano 3# - Pequeno Criminoso

Neste Podcast: PEQUENO CRIMINOSO! Era uma vez, eu, eu mesmo… Levi! O Mais Levitado Verbo Leviano… A um bom tempo atrás quando eu ainda era uma criança de mais ou menos 7 anos de idade, morava com meu Pai na cidade de Itaquera, Localizada Próximo a capital na Grande São Paulo. Para contar esse relato tive que fazer um grande esforço mental para me lembrar, pois já faz muito muito muuuito tempo… Se me lembro bem, eu era chamado na época de Dengoso, eu parecia ter sido criado com avó, era chato e clamava de tudo, alguns me chamavam também de Levi Levado, pois não parava de aprontar. Nesta cidade eu tenho muitos irmãos bem mais velhos que eu, então, nesta época eu brincava com meus sobrinhos, eu era um tipo de Tio Casula, ficávamos até o fim da tarde brincando na rua, uma das nossas brincadeiras preferidas era brincar de VERME MALDITO kkkkk, não parece o nome de uma brincadeira de criança né, mais era muito legal- Existe um filme dos anos 90 com esse nome, aonde pessoas que vivem em um local que parece o Taxas, fogem de um verme que anda de baixo da terra e come gente, e a brincadeira era assim, podíamos estar brincando de qualquer outra coisa, mais se alguém gritasse verme maldito, tínhamos que subir em cima de algo sólido, como uma rocha por exemplo, como é no filme e pra sair tínhamos que jogar algo longe pra chamar a atenção do monstro. Essa era uma de várias outras brincadeiras que fizemos, mais teve uma que até hoje acho que passamos dos limites… Era ano Novo, nós estávamos dizendo a Deus para 2001 e comemorando a entrada do ano 2002, e fui convidado para participar de um brincadeira um pouquinho perigosa, um tipo de brincadeira que só terminava quando alguém saia machucado. Essa brincadeira se chamava… GUERRA DE ROJÃO!!!! Pois bem meus amigos, pela minha idade já da pra imaginar o tamanho da merda, e pra quem não sabe oque é rojão, rojão são aqueles foguetes de ano novo que lançamos com a mão segurando um tubo, e na rua formávamos 2 equipes e começava a guerra mortal de Rojão… Esse dia ainda não era dia de ano novo , mais já começamos antes, era rojão pra ca, rojão pra lá e de repente, pow. Um dos meninos levou um rojão nas costas, e ele estava sem camisa, e pra você que esta escutando e não é Brasil, no Brasil o mês de Dezembro faz muito Calor então é normal ficar sem camisa brincando na rua, até mesmo a noite!!! Resumindo, vimos muito sangue nas costas dele e a brincadeira acabou por hora, mais o nosso arsenal ainda estava cheio, então fomos para o dia seguinte. Era a Segunda Guerra Municipal de Rojão kkkkk descrição completa no facebook ou em nosso site!! e-mail para contato: levianospot@gmail.com site: https://levianospot.multiscreensite.com/

Relato Leviano #2 - Enfrentando Titãs

Relato de hoje: Enfrentando Titãs Era uma Vez… Eu mesmo, Levi, o mais levita do verbo leviano. Se me lembro bem, a 14 anos atrás, estava eu com nove anos de idade e não fazia muito tempo que morava na cidade de Praia Grande, pois já havia morado na minha infância em Suzano, Itaquaquecetuba e Itaquera. E Lá estava eu, matriculado na escola de ensino básico, que na época era da 1ª a 4ª série, e se chamava e acredito que ainda se chama Ary Cabral. Eu era um Menino brincalhão e às vezes meio bobo alegre mas nunca perdia a criatividade, eu conseguia transformar uma simples vassoura em um bastão de poder mágico e o quintal da minha casa em um campo de batalha com robôs malignos voadores só com o poder da minha imaginação. E na escola eu e meus amigos tiramos proveito dessa imaginação fértil, nós éramos os x mens do Ary Cabral, bom pelo menos era como a gente se sentia, levávamos muito a sério história como a da loira no banheiro e inventávamos histórias malucas que se espalharam pelos novos alunos, como uma que não podia ficar no corredor depois que o sinal bate-se se não poderia acontecer algo muito ruim, no nível de morte, e sempre que tocava o sinal era aquela molecada correndo pra sala desesperada shuashuahsua. continuação da descriºão deste episódo em breve em nosso site LevianoSpot

Relato Leviano #1 - Levianos Na Praia

episodio de hoje!! Era uma Vez, Eu Mesmo... Sim Levi, o Mais Levita do Verbo Leviano, a Muito Tempo Atrás... Estava eu na minha puberdade, tinha por volta de 13 anos e me senti, na necessidade de arrumar um dinheiro, pois fazia tempo que não, descolava uma grana. E como vivia dentro da Lan house, estava difícil manter minhas jogatinas de dota e Cs apenas com os trocados que ganhava do meu pai, Como eu morava em uma cidade litorânea, chamada Praia Grande eu pensei.... -Eu poderia Vender Algo na Praia! No Dia Seguinte Peguei minha Prancha de surf, e fui até a praia para pegar algumas ondas e dar uma olhada nos vendedores e ver se brotava alguma ideia na minha cabeça de “Giríco” oque eu poderia vender! Como era época de Alta temporada a Praia estava mais cheia que Banco em dia de pagamento, e com FGTS liberado para SAC. Se cai-se uma bomba ali no meio, 59% da População do estado de São Paulo estaria Morta de Tanta Gente que estava Concentrada naquele Formigueiro Humano, mas em fim... Notei que tinha Teletubbies Vendendo Algodão Doce, um pagodeiro vendendo Raspadinha (inclusive ele era mesmo a cara do Tiaguinho) e tinha um Carrinho de Milho que parecia um Rock in Rio Ambulante. Voltando para casa avistei de longe, um sorveteiro que entrava em uma casa com vários carrinhos de sorvete na garagem, e tinha uma placa grande dizendo: SORVETERIA DOCE MEL! Então eu corri até lá para matar minha curiosidade, na entrada da casa tinha um balcão, atrás dele avia uma senhora, então sem hesitar eu perguntei: -Estão precisando de Sorveteiro? Estou procurando Serviço. Ela me olhou de Cabo a Rabo, de Cima Para Baixo, só faltou mandar eu dar uma rodadinha, e disse: -Quantos anos você tem menino? Você não deveria estar na escola? E eu respondi com voz de deboche: -Minha Senhora, eu tenho 13 anos, quase 14 já, e hoje é domingo!! dã -Então se quiser trabalhar aqui você vai ter que voltar com seu pai para ele assinar um termo de responsabilidade. Ou Seja, se eu fizer merda meu pai que paga o Pato, mas até então estava tudo certo, meu pai foi até lá no dia seguinte e assinou o termo e na mesma semana eu já comecei a trabalhar, inspirado nos palhaços da praia, eu arrumei uma máscara de Jason e uma buzina do chacrinha e comecei a trabalhar! Trabalhei a Semana Inteira e Vendi Muito Bem, me sentia a sensação da praia, tinha dias que eu chegava a esvaziar o carrinho e voltar para encher novamente, já estava com 72 horas de tempo na lan hause, e ainda sobrava dinheiro para me acabar com bolachas da plugados que na época vinham com figurinhas e eu colecionava. Tudo estava indo muito Bem até que um dia tudo mudou, e eu até hoje fiquei sem entender porque diabos isso aconteceu... Para explicar melhor, vou contar um pouco de como era meu trajeto, eu sempre percorria as praia de Tupi, Ocian e Mirim ( quem conhece a Cidade de Praia Grande sabe que são praias bem próximas e vizinhas) mas esse dia eu quis ir além, ir mais longe, então andei até ficar próximo a praia do caiçara, andei aproximadamente de 4 a 5 KM, quando percebi que não estava vendendo muito, decidi voltar para minha zona de lucro. Quando estava iniciando minha volta, 3 homens estavam na parte fofa da areia me chamando para comprar, a uns 200 metros de onde eu estava, eu pensei comigo mesmo: -poxa vida, eu odeio ter que puxar o carrinho na areia fofa, mais como não vendi nada vou ir até lá. Chegando la um deles já estava com a carteira de dinheiro na mão e fizeram a brincadeira mais chata e antiga de todos os tempo, por favor não faça isso... -Ai Amigo tem sorvete de que ai? -Olha tem todos esses sabores que estão marcados aqui no carrinho, menos abacaxi e limão. -AAhh então me vê um de Limão ai desrição completa do episodio em nosso site LevianoSpot em Breve!!

(podcast antigo) (Weecast - Coreia Do Norte)

weecast é um pequeno podcast este com menos de 30 min !!! falamos sobre curiosidades da coreia do norte!!

(podcast Antigo)WeeCast #6 - Vida na Escola (by Giovana)

podcast aonde Giovana entrevista os membros do programa com perguntas sobre a antiga vida escolar!!!

(podcast Antigo) WeeCast 2 - Thug Life Em MMORPG

vida bandida em um mmorpg, o weecast é um podcast curto objetivo e muito legal !!!!! Skype: levi_ryrool

Megafono