Satisfeita na Graça

Nesse espaço abordaremos temas relacionados à maternidade, casamento, vida de noivos (SIM!!! Teremos assuntos voltados à casais que estão se preparando para vida a dois), feminilidade e tudo que se relaciona à vida de uma mulher cristã.  

Somos diariamente tentadas a estar descontentes. Basta a mudança de rotina ou das circunstâncias. 

A criança que era um doce entrou em uma fase complicada, reclamamos e ficamos sem esperança. 

O marido perdeu o emprego e a vida entrou em declínio financeiro? Perdemos as esperanças e reclamamos que temos de voltar ao mercado de trabalho. 

Ser satisfeita é parte essencial da vida cristã. Seja qual for a circunstância, não se trata de uma opção. 

Mediante o processo seremos constantemente desafiadas. Mas não estaremos sozinhas em nenhum instante. 

Então, seja bem vinda! Vamos conversar?!

Paternidade, Cristianismo e Religião e Espiritualidade

Assine:

Episódios

Aprendendo a amar nossos filhos

Em Malaquias 4.6 diz: O Senhor fará que o coração dos pais volte para seus filhos e o coração dos filhos volte para seus pais. 

Ja em Tito 2.4 nos mostra que as mulheres mais velhas devem instruir as mulheres mais jovens a amar o marido e os filhos. 

Porque Deus nos deixou essa promessa em Malaquias e uma orientação em Tito de que precisamos aprender a amar nossos filhos? Isso não deveria ser natural? Esse versículo sempre me chamou a atenção. 

Muitas vezes nos sentimos pressionadas inclusive por nós mesmas a termos filhos exemplares sem nenhum comportamento que traga vergonha. 
Mas, será isso possível? Será que como pais não precisamos de algo a mais para que os nossos corações e dos nossos filhos se conectem? 

No episódio de hoje vou contar um pouco do que tenho aprendido nesses últimos 10 anos de maternidade e como o amor e a motivação tem sido ferramentas bíblicas transformadoras em nosso lar.

Nunca estivemos no controle

Não há como um coração finito como o nosso, controlar todas as coisas que enfrentamos na vida. E precisamos lembrar disso quando tudo não vai bem, não apenas quando tudo está sob controle em nossas vidas. 

Cristo é o único que consegue controlar todas as coisas e Ele fará quando entendermos que precisamos de uma constante dependência Dele para uma vida fortalecida pela Graça.

Eu precisei chegar ao mais profundo do meu ser e perceber o quanto eu não dependia da Graça para viver. O quanto eu me apoiava em minhas próprias forças e o motivo de eu terminar todos os dias tão decepcionada, exausta emocionalmente e vazia. 

Descobri que precisamos de um milhão de mortes do eu a cada dia. A cada pensamento, a cada atitude. Essa é a verdade. 

E Deus usa inclusive as decepções e dores diárias para entendermos que nunca seremos capazes de estar à altura das expectativas de todos. Nem mesmo das nossas. 

Deus usa das dores que vem com o casamento e com a maternidade para nos moldar, trazendo pecados que antes viviam escondidos e intocáveis em nós. 

Precisamos da Graça para vivermos. Simples Assim. 

Megafono