Queremos ser ouvidos

O Podcast tem sido uma das fermentas mais democráticas e práticas de se contar histórias.

A proposta do Podcast STORYTELLERS é  ser um espaço para o artista contar suas histórias, resgatar suas memorias afetivas, falar do seu universo, paixão e engajamento e desta forma criar vínculo e empatia com seu público e fãs.  

Nessa série em parceria com a escolafm as crianças falam do seu universo, habilidades, amizades e família. A primeira temporada apresenta Rafael simplicio e seu programa Anime-se onde ele fala de suas paixões, cultura pop, geek e protagonismo infanto-juvenil.  
O podcast Storytellers  "Queremos ser ouvidos" é um resumo do que vai ao ar durante a semana na escolafm.  


“As histórias estão por toda parte, somos todos livros, lendo e sendo lidos o tempo todo, desde a concepção até  nossos últimos dias na terra, tudo compõe uma grande teia de historias com vários personagens, cenários, protagonistas e coadjuvantes. 

O mundo é uma grande biblioteca com histórias sendo contadas o tempo todo, faladas, escritas, filmadas, cantadas, desenhadas ou fotografadas por seus contadores. “
Jorge Moreno 




Sociedade e Cultura, Artes e Educação

Assine:

Episódios

Dia dos professores

O STORYTELLERS Anime-Se desta semana 
vai contar a história por trás do dia dos professores. 
Também vai falar sobre como os japoneses e seus animes 
tratam respeitosamente este profissional tão essencial 
nas nossas vidas.
e mais ...
Millie Bobby Brown de Stranger Things tem deficiencia auditiva 
80 anos Charlie Brown e John Lennon
Jimmy Neutron existe?
samsung lança Robot que aspira e passa pano. 
descanse em paz Eddie Van Halen 
Essa temporada é mais uma parceria com o @portaljornal
E estará disponível tbm nos principais agregadores

Anime-se 11 de outubro

PROTAGONISMO
- De onde vem a palavra protagonismo juvenil
- Adolescente podem doar sangue ?
-
Novembro rosa
Vacinação para HPV prorrogada para adolescentes

UNIVERSO POP E GEEK :
-
Amazon: The Boys 
- Xbox series x
- Street of Raze 04 
- Black Pink álbum novo 
- BTS mais citado no Twitter Brasil 
- Power Ranger
- Morte do Quino pai da Mafalda
- 60 anos do Cebolinha 


Ancestrais Futuros - De Volta Brasil

Neste episódio nosso protagonista está de volta ao Brasil e recomeça seus trabalhos por aqui com novos e antigos parceiros. Projetos novos e novas possibilidades. Este também é o ultimo episódio da série Ancestrais Futuros com Glaucus Linx. 
O Storytellers continua com novos protagonistas em breve...    

Ancestrais Futuros - Carreira internacional - New York

Neste episódio nosso protagonista Glaucus Links fala dos shows com Saliff Keyta em Nova York e outras cidades e festivais como o Montreux Jazz Festivalna na Suiça. Os encontros marcantes com outros músicos que influenciaram seu trabalho. No final tem uma reflexão sore a importância das conexões internais na carreira do artista.    

Ancestrais Futuros - Carreira Internacional - África

O episódio de hoje conta como o nosso protagonista entrou na banda do Salif Keïta, a turnê pelas Américas, Ásia, Oceania e África. Destaque para o show na Universidade de Soweto, na África do Sul no primeiro evento multirracial  após a eleição de Nelson Mandela.  
Como foi reencontrar sua ancestralidade e raiz africana, o choque cultural, os micos e as lições que ele guarda até hoje.    

Ancestrais Futuros - FAZENDO AS MALAS

O menino Glaucus cresceu, virou o músico e produtor e arranjador. A música  e as artes cênicas que sempre fizeram parte da sua caminhada no Brasil agora o transporta literalmente para a Europa, de uma temporada com a cia de teatro de Antônio Fagundes  ao sonho que revelou com quem seria o passaporte para ganhar a África e a mundo .
Quem diria...nosso menino Glaucus agora é internacional 
Começando a partir de agora a segunda temporada de Storytellers ancestrais futuros com Glaucus Linx
E foi assim que o mundo passou a ficar  pequeno para o nosso protagonista, no próximo episodio a gente fala sobre as turnês internacionais com Salif Keïta e Isaac Hayes 
Continue ligado no podcast  Storytellers, Ancestrais Futuros, agora toda sexta um episodio novo.   

Ancestrais Futuros - Somos todos iguais

Esse é o quarto e último episodio dessa temporada de Ancestrais Futuros. Nele você vai conhecer a história do início da carreira profissional  do Glaucus Linx  como músico na Som Caribe, sua participação na banda do Bebeto, a primeira viagem internacional, seu relacionamento com Elza Soares e como se tronou um dos produtores e arranjador do álbum antológico Somos Todos Iguais.
Na próxima temporada ele fala sobre os anos fora do Brasil, a vida na França e as turnês internacionais com Salif Keïta e outros artistas.



Ancestrais Futuros - Curado pela música

A historia do protagonista deste podcast é muito parecida com a história de qualquer outro menino negro, que desde cedo teve que lutar para conquistar o seu espaço em uma sociedade racista e preconceituosa, a única diferença é que Glaucus veio de uma família de classe media, o que não tornou sua vida mais fácil.

Neste 3° episódio, Glaucus fala sobre o inicio da carreira de músico, como foi apresentado ao  saxofone, amizade com o Roberto Guima e as aulas com o Paulo Moura. A  meningite e quase morte, os seis meses enclausurado, o adeus à arquitetura e a direção musical no Asdrúbal Trouxe o Trombone.

Assine o feed e fique por dentro das atualizações, se gostou compartilhe com seus amigos, se não gostou compartilhe assim mesmo, vai que eles gostam.



 

Ancestrais Futuros - Carteirada Racista

A história  do nosso protagonista é muito parecida com a história de qualquer outro menino negro, que desde cedo teve que lutar para conquistar o seu espaço em uma sociedade racista e preconceituosa, a única diferença é que Glaucus veio de uma família de classe media, o que não tornou sua vida mais fácil. 

Nesse episódio o Glaucus fala sobre a adolescência na Ilha do Governador, a faculdade de arquitetura, as primeiras bandas, festivais da UNE, o primeiro amor e a carteirada racista 

Assine o nosso Feed e fique por dentro das atualizações, se gostou compartilhe com seus amigos, se não gostou compartilhe assim mesmo, vai que eles gostam.

Ancestrais Futuros - Navio Negreiro

O saxofonista, produtor e arranjador carioca Glaucus Linx começou a estudar piano aos 5 anos, mas foi aos 19 no Conservatório de Música Villa-Lobos que definiu o sax como seu instrumento principal. Em 1985, produziu e arranjou Somos Todos Iguais, disco antológico de Elza Soares. Glaucus Linx também tocou com Zezé Mota, Sandra de Sá, Cazuza, César Camargo Mariano.  Em 1989, mudou-se para Paris, e rapidamente se entrosou com os músicos brasileiros, franceses, americanos e africanos da cena parisiense. Entre eles Isaac Hayes (Shaft), Zuchero, Yana Purim e Salif Keita e Carlinhos Brown.

Em 2005 criou o projeto Ancestrais Futuros, uma banda, álbum e apresentações com a proposta de apresentar a função primeira da música: "Provocar uma experiência espiritual e física, de cura e bem estar no ouvinte."     

O podcast Storytellers - Ancestrais Futuros é uma releitura deste projeto acrescentando novos elementos como a narrativa da ancestralidade do músico, novas experiências musicais e o diálogo com a nova geração da musica de matriz africana. 

No episódio de estreia, a chegada do avó de Glaucus ao Rio de Janeiro em um Navio Negreiro, sua infância em uma fazenda de Petrópolis como “adotado” e a fuga e casamento com uma portuguesa. Também fala sobre a história dos pais de Glaucus e a infância em Botafogo cercada de racismo e preconceitos.    

Redescubra sua ancestralidade e o poder da musica no “Ancestrais  Futuros”.  Seja bem vindo e boa viagem!  

Jorge Luiz Moreno ( @morenofalaserio)                                            
Próxima página

Megafono