Universo Literário

Assine:

Ver todos episódios

Eça de Queirós e Mark Twain, dois expoentes da literatura de seus países

Eça de Queirós e Mark Twain, dois expoentes da literatura de seus países
====================================
  • Nossa coluna homenageia dois grandes escritores que nasceram neste semana e que são não só grandes expoentes mas definidores da literatura de seus respectivos países e idiomas: o português Eça de Queirós e o norte-americano, Mark Twain.
  • José Maria de Eça de Queiroz, nasceu em Póvoa de Varzim, região noroeste de Portugal, dia 25 de novembro de 1845, há, portanto, 174 anos. Foi um escritor e diplomata português, considerado um dos maiores (senão o maior) escritor em Língua Portuguesa de todos os tempos. Filho do brasileiro José Maria Teixeira de Queirós e a da portuguesa Carolina Augusta Pereira de Eça. Passou sua infância e adolescência longe da família, sendo criado pelos avós paternos. Foi interno no Colégio da cidade do Porto. Em 1861 ingressou no curso de Direito da Universidade de Coimbra, onde se formou em 1866. Em 1869, como jornalista, assistiu a inauguração do Canal de Suez, no Egito, que resultou na obra O Egito, publicada postumamente. Depois, instalou-se em Leiria, como administrador do Conselho.
  • Em 1875 publica O Crime do Padre Amaro, romance que representou o marco inicial do Realismo em Portugal, nele, Eça faz uma crítica violenta da vida social portuguesa, denuncia a corrução do clero e a hipocrisia dos valores burgueses. Em 1878 publica O Primo Basílio, em que coloca como tema o adultério, focalizando a decadência da família burguesa de seu tempo. A crítica social unida à análise psicológica aparece também no romance Mandarim.
  • Em 1888 foi nomeado cônsul em Paris, ano que publica Os Maias, iniciando uma nova fase em sua carreira literária, quando o autor abstrai-se da sátira contundente e da ironia caricatural da família ou da sociedade burguesa, para conduzir-se a uma trilha construtiva.  Eça faleceu em Neuilly-sur-Seine, 16 de agosto de 1900. Sou suspeito para falar de Eça, pois para mim, é um dos melhores escritores realistas não só da Língua Portuguesa, mas do mundo inteiro. A crítica mordaz e a escrita de estilo inconfundível, quase uma poesia em forma de prosa em muitos trechos, é sua marca característica. Eu recomendo os livros Os Maias, O crime do Padre Amaro e o Primo Basílio, três dos melhores romances em Língua Portuguesa.
  • Mark Twain  é o pseudônimo de Samuel Langhorne Clemens, nasceu na vila chamada Florida no estado norte-americano do Missouri, dia 30 de novembro de 1835, há, portanto, 184 anos (dez anos antes de Eça). É considerado um dos pilares da literatura essencialmente americana, ou seja, aquela em oposição à literatura inglesa, dos colonizadores. Mark Twain tem um estilo baseado numa fala americana colorida, vigorosa e coloquial criando, assim, uma ampla galeria de tipos e uma iconografia essencialmente americana. 
  • Com uma infância difícil, após perder o pai aos 12 anos, Clemens começou a trabalhar como entregador, escriturário e ajudante para ajudar financeiramente à família. Aos 13 tornou-se aprendiz de tipografia, viajou pelo país, aprendeu navegação no rio Mississipi, vindo a tornar-se posteriormente piloto fluvial. Participou da guerra civil e, após o conflito, foi morar em Nevada com seu irmão. Lá passou a escrever para um jornal da cidade de Virginia. Em seus primeiros contos registrou uma forte tradição do humor típico do Oeste, um veio espirituoso que seria uma de suas marcas registradas.
  • Mark Twain obteve grande êxito como escritor e palestrante. Seu raciocínio perspicaz e suas sátiras incisivas renderam-lhe a admiração de seus pares e o enaltecimento dos críticos, e Twain manteve boas relações com presidentes, artistas, industriais e a realeza europeia. Ele foi laureado como o "maior humorista americano de sua época", sendo definido por William Faulkner como o "pai da literatura americana”.
  • Suas obras primas (e os livros que recomendo) são os As aventuras de Tom Sawyer de 1876 em que o autor cria uma das mais famosas duplas da literatura mundial, Tom Sawyer e Huck Finn e o livro As aventuras de Hucleberry Finn de 1884. Considerado o grande romance sobre o ideal da democracia americana.
  • Mark Twain morreu em Redding, Connecticut dia 21 de abril de 1910. Ao ler estes livros, procure por edições e traduções mais modernas, de preferência com notas que ajudam muito a leitura. Há inúmeros filmes, novelas, e minisséries baseados nas obras destes autores. Procure-os e delicie-se com dois dos maiores escritores da literatura universal.

Megafono