Universo Literário

Assine:

Ver todos episódios

O coração tem razões que a própria razão desconhece - Blaise Pascal

Blaise Pascal
=================================
  • "O coração tem razões que a própria razão desconhece".
  • Certamente o ouvinte já ouviu esta frase anteriormente.
  • Agora, você sabe quem a disse essa frase pela primeira vez?
  • Bom, este prolóquio, que mostra a opsição do seu autor ao racionalismo puro, é atribuído a Blaise Pascal, filósofo, físico, inventor, teólogo, e matemático francês.
  • Blaise Pascal nasceu no dia 19 de junho de 1623, portanto, 396 anos atrás, na pequena cidade de Clermont-Ferrand e faleceu dia 19 de agosto de 1662, com apenas 39 anos em Paris. Pascal sempre foi um prodígio e é considerado um gênio pelas suas contribuições à física, à matemática e à filosofia.
  • Era filho de Etienne Pascal, também Matemático  e de Antoinette Begon. Perdeu a sua mãe com três anos de idade e foi, portanto, educado pelo pai.
  • Os primeiros trabalhos de Pascal dizem respeito às ciências naturais e ciências aplicadas. Contribuiu significativamente para o estudo dos fluidos. Ele esclareceu os conceitos de pressão e vazio, estendendo o trabalho de Torricelli. Pascal escreveu textos importantes sobre o método científico.
  • Aos 19 anos ele inventou a primeira máquina de calcular. Chamado de máquina de aritmética, depois roda de pascalina e finalmente pascalina, ele construiu cerca de vinte cópias na década seguinte. 
  • Matemático de primeira linha, ele criou dois novos campos de pesquisa: primeiro, publicou um tratado de geometria projetiva aos dezesseis anos; então, em 1654, ele desenvolveu um método de resolver o "problema dos partidos", que, dando origem, no decorrer do século XVIII, ao cálculo das probabilidades, que influenciou fortemente as teorias econômicas modernas e as ciências sociais, além, claro de toda a ciência moderna.
  • Pascal publicou muito em vida, De suas obras destacam-se: Ensaio sobre secções cônicas (matemática), Pensamentos (filosofia) eTratado sobre o equilíbrio dos líquidos (física).
  • Pascal era crítico do racionalismo, vertente filosófica baseada na razão, em sua obra intitulada “Pensamentos” Pascal apresenta suas principais indagações acerca da existência de um Deus baseado no racionalismo.
  • Para Pascal, a razão não é suficiente a si mesma, ela tem limites, e Pascal reconhece esses limites. Estabelece que a ética, a vida social e a religião é que definem o mundo humano real e esse mundo real em grande parte foge das possibilidades da razão.
  • O ouvinte de mais memória, ou aqueles que estão estudando para o ENEM, certamente já ouviram o nome do filósofo e matemático, relacionados ao Triângulo de Pascal, na matemática e o princípio de Pascal, na Física.
  • Gostaria de fechar a coluna desta semana com uma frase fortíssima e verdadeira de Pascal, que diz: “Ninguém é tão sábio que não tenha algo pra aprender e nem tão tolo que não tenha algo pra ensinar."
  • Aprenda algo com alguém. Retribua ensinando algo a alguém. Uma boa semana para todos!

Megafono